Recordações de Yvonne

  • PDF

Nos conta em suas memórias a médium e escritora Yvonne Amaral Pereira que em sua primeira infância já possuía vidência, audiência e desdobramento. Com menos de um mês de idade, teve um acesso de tosse, deu-se a sufocação e o fenômeno da morte aparente (catalepsia). Sua mãe foi a única que a acreditou viva e, graças à sua fé e ao apelo que fez à Maria Santíssima, o bebê voltou à vida. Depois do pedido surpreendentemente atendido, a mãe de D. Yvonne disse à filha: "Eu nada mais tenho com você. Você pertence à Maria, mãe de Jesus". Yvone Amaral Pereira, nasceu em 24 de dezembro de 1906 na cidade de Rio das Flores, Rio de Janeiro, e desencarnou em 9 de março de 1984.